Notícias

Encontro Cultural

Encontro Cultural

30 Set 2019

Ensino Fundamental I

Desde o nascimento, o homem vive em grupo, seja familiar, escolar, profissional ou social. Viver em grupo, trabalhar em equipe é um aprendizado importante para o desenvolvimento de habilidades e internalização de valores. A partir do momento que a criança toma consciência da relação com os seus semelhantes, passa a ter uma maior compreensão de como a sociedade se organiza e de suas inter-relações. Além de compartilhar ideias, ações, experiências, aprende a conviver respeitosamente com pessoas que pensam de forma diferente da sua.
Diante disso, proporcionar atividades de construção coletiva para um objetivo comum é fundamental para a formação integral da criança. Ambientes de aprendizagens cooperativas devem ser incentivados e promovidos em todos os âmbitos. Assim, os Encontros Culturais do Ensino Fundamental I, que ocorreram em agosto e setembro, mostraram resultados de trabalhos em equipe desenvolvidos nesse ano com ações pessoais e, principalmente, coletivas. Vale salientar que na formação de grupos, a preferência é sempre pela afinidade. Em função disso, com o objetivo de promover uma maior interação social entre os alunos, a convivência com opiniões e hábitos diferentes e um novo saber, as educadoras orientaram a alternância dos parceiros.
Durante os Encontros, momentos em que a família conhece mais profundamente os processos da escola, o dia a dia escolar e a convivência de seu filho nessa comunidade, os pais tiveram a oportunidade de ver as atividades cooperativas desenvolvidas pelos alunos.

Beto e Angélica Diamantino são pais de Isadora, do 2º ano A, que estava eufórica mostrando as atividades para seus pais. Beto comenta que esses eventos que reúnem e integram as famílias são de extrema importância para o processo de aprendizagem da criança. "Especialmente para a nossa filha que está no 2º ano", disse ele. Angélica observou os trabalhos realizados em grupo. "Trabalhos em equipe são importantes para a criança saber dividir, ajudar, compartilhar e conviver com os amigos. Na reunião de pais foi comentado como um ajuda o outro na sala de aula e isso a gente percebe na escola como um todo. Vemos que eles querem compartilhar essas experiências com os pais". Beto completa "Vivemos num mundo muito individualizado e compartimentalizado e esses eventos e atividades acabam agregando e dão um novo norte de coletividade."

Soraia e Lucindo Barone, pais de Heitor Lopes, do 5º ano, e de Arthur, do G5, estavam bem envolvidos nas atividades do Encontro. "Acho maravilhoso ver como ele interage com a escola, com os amigos e com os professores. Ele é aluno novo. Quanto às atividades lúdicas, estou gostando bastante e faço questão de vir e participar", comenta Soraia. "Estou achando muito bom e participativo o Encontro. Promove realmente uma integração entre a escola, o aluno e os pais e permite uma proximidade maior com a escola, diferente do que era na outra escola que ele estudava." disse Lucindo. Heitor conta que está gostando bastante do Colégio, pois as atividades são bem diferentes.

Compartilhe essa postagem
Mais notícias
WhatsApp