Notícias

V Feira de Universidades Americanas

V Feira de Universidades Americanas

25 Abr 2018

     O interesse dos estudantes brasileiros em graduar-se no exterior vem crescendo, em especial após a implantação, nos últimos anos, do High School no Brasil: ele abre novos horizontes para a formação internacional, facilitando o ingresso em universidades estrangeiras.
     Piracicaba está sediando, pelo quinto ano consecutivo, a Feira de Universidades Americanas, a University Fair, coordenada e organizada pela Linden Educational Services, que reúne representantes de universidades americanas, com o objetivo de apresentar, aos estudantes brasileiros, seus cursos de graduação e pós-graduação em diversas áreas do conhecimento. O CLQ vem apoiando esse evento, tanto na divulgação, como na cessão de seu espaço físico para realiza-lo, desde sua primeira edição em Piracicaba. Essa iniciativa constitui boa forma de prestar mais um serviço à comunidade, já que, antes, os interessados tinham de deslocar-se até outros centros urbanos, como Campinas e São Paulo.
      “O interesse das instituições americanas pelos alunos brasileiros justifica-se pela qualidade na formação em diversas áreas do conhecimento, proporcionada por escolas de excelência no Brasil, além de pela proficiência dos nossos alunos no idioma inglês. Piracicaba tem-se mostrado em sintonia com a tendência global na indústria e na tecnologia. A educação vem ao encontro desse avanço, disponibilizando oportunidades de prospecção internacional para o futuro dos estudantes piracicabanos”, comentou Eduardo Francini, Relações Internacionais e Orientador Pedagógico no CLQ.
      A U.S. University Fair cria a oportunidade de o público de Piracicaba e região esclarecer dúvidas sobre programas acadêmicos, exames internacionais, processos de seleção, bolsas de estudos, entre outros, por meio do contato direto com os recrutadores das universidades. A quinta edição de Piracicaba aconteceu no dia 16 de março, no Espaço Cultural do CLQ Reserva Jequitibá, com entrada franca ao público.
     As alunas Letícia, Natália e Isabela, do 1º D visitaram, pela primeira vez, a Feira. Mostravam bastante curiosidade por conhecer as perspectivas oferecidas pelas Universidades. “Temos vontade de estudar em outro país. Eu gostaria de fazer algum curso na área de Humanas”, contou Natália. “Achamos a feira bem interessante, pois tivemos informações relevantes sobre os cursos e o que é necessário para neles ingressar. A vantagem foi ter a informação direta da fonte, muito melhor do que procurar na internet”.
     Beatriz e Sofia, da 3ª série do Ensino Médio, também estavam muito interessadas. Ambas gostariam de estudar no exterior. Beatriz pretende fazer Publicidade, enquanto Sofia, Relações Internacionais. “Estamos vendo quais são as exigências, o preço e outras informações importantes, pois, quando a gente pesquisa na internet, ficam dúvidas e aqui estamos obtendo informações com facilidade.”
Kelly, mãe do aluno Rafael Fogaça, e Regina, mãe de Renato Garcia, também visitaram a Feira. “Viemos, pois os dois têm interesse em estudar fora e achamos que é uma oportunidade para melhorar a formação e a vivência da pessoa. Não tínhamos, até então, nenhuma informação e essa feira abre portas para que a gente possa ter uma base de como é, pois, além de explicar o processo de ingresso, as possiblidades de bolsas, dão material com informações gerais sobre os procedimentos. Então, estamos achando bem interessante, embora falte um bom tempo ainda para eles poderem ir, mas já é um início muito esclarecedor”, comentaram elas.
     Vale salientar que muitos alunos visitaram a Feira. Foi interessante observar a interação e a facilidade de comunicação entre os alunos e os representantes estrangeiros.

Compartilhe essa postagem
Mais notícias