Currículo Diversificado

Novas Disciplinas - CLQ 2018

Novas disciplinas foram incorporadas ao currículo CLQ em 2018 para que os estudantes desenvolvam mais autonomia em seu processo de aprendizagem, atuem de forma mais ativa no desenvolvimento de ideias que correlacionem o saber escolar com as transformações sociais do seu tempo, favorecendo de forma direta a construção da capacidade analítica e de uma visão contextual do conhecimento.

Nesse sentido, adotamos um viés baseado em competências, onde o foco central do processo de ensino e aprendizagem não é a transmissão de conteúdo, mas o enfrentamento de problemas da vida real que, em si mesmo, é fonte de problemas complexos que oferecem as melhores e mais importantes chances de geração e desenvolvimento de conhecimento. Essa abordagem necessariamente precisa estar vinculada em atividades que incentivem a intensa participação dos estudantes de forma ativa e não os ter apenas como ouvintes no processo.

Quando falamos em competências, enfatizamos a mobilização de recursos, conhecimentos e ou saberes, que precisam ser aflorados diante de situações complexas que carecem de resolução. Em outras palavras, por competência entendemos o que se situa em um saber-agir complexo resultante da integração, da mobilização e do agenciamento de um conjunto de capacidades, de conhecimentos e de habilidades de ordem cognitiva, afetiva, psicomotora ou social.

Para isso, cada uma das novas disciplinas trabalha na perspectiva de fazer operar nos estudantes competências e habilidades que possam contribuir de forma direta na resolução de problemas, no planejamento, no saber trabalhar em equipe, no exercício e desenvolvimento da criatividade, do senso de responsabilidade e da autonomia.

OBJETIVOS DAS DISCIPLINAS:

COMUNICAÇÃO, COLABORATIVIDADE E PENSAMENTO CRÍTICO:

  • Desenvolver as múltiplas possibilidades trazidas pela comunicação oral, escrita e visual em consonância com as novas tecnologias;
  • Construir linhas de pensamento claras e objetivas para apresentar e defender suas ideias;.
  • Fazer leituras atentas e críticas dos meios de comunicação entendendo suas intenções e objetivos;
  • Debater o acesso, o uso, o gerenciamento e a avaliação das informações;
  • Trabalhar a resiliência, a empatia, o respeito e a responsabilidade do trabalho em equipe;
  • Fazer a leitura das mudanças e das transformações do mundo que nos cerca, de maneira crítica e efetiva, no sentido da apreciação e da construção de um senso de julgamento justo e fundamentado, considerando várias perspectivas;
  • Apropriação dos fatos e acontecimentos da atualidade na construção e/ou sedimentação de conceitos;
  • Fazer uso de ferramentas digitais e outras mídias, para pesquisas pautadas no rigor e compromisso com a ética e a moral.

 

TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE - ESPAÇO MAKER: 

  • Saber construir e arquitetar objetos e/ou soluções para resolver problemas de maneira criativa e funcional;
  • Transformar ideias em projetos;
  • Arquitetar protótipos para validação das ideias;
  • Desenvolver a cultura do “faça você mesmo";
  • Promover o contato com ferramentas convencionais e de cunho tecnológico, como a robótica e a impressão 3D, propiciando a integração dos diferentes saberes.

 

EDUCAÇÃO FINANCEIRA E VALORES:

  • Promover discussões e debates que envolvem o planejamento financeiro, o consumo consciente e as possibilidades de tornar seus projetos mais sólidos;
  • Desenvolver uma leitura de mundo mais reflexiva e por meio de conceitos matemático-financeiros, aliados à valores éticos e morais;
  • Pensar o presente como preponderante para a construção de projetos futuros.